Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

14 de mar de 2011

Diário de dor

Ter um diário é não ter preocupações, dores ou raiva, é ter só verdades para contar.
De dores transmutadas sutilmente surgem felicidades.
De desafetos surgem, tímidos, sorrisos abertos.
De tristezas, lágrimas.
O choro é uma dor que sai do corpo pelo olhar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Aline!
Já faz algum tempo... eu acompanhava seu blog.. quase toda semana entrava pra (como diz o Bial (que está um pouco sem moral)) ''dar uma espiadinha''.. seus posts me inspiravam... meu dia smpre ficava melhor por ter lido algo bonito, alguma palavra de conforto... ou mesmo por ''viver'' alguma história sua, já me sentia bem... por alguém em alguma outra região, estar feliz... acho o blog um meio de divulgação para poucos, eu mesma nao sou adepta (simplesmente não tenho o DOM das palavras); acho também que escrever pra ngm é algo desanimador! *sei disso pq meu namorado fez um blog... e escrevia apenas para os familiares (mãe, namorada) ou para poucos amigos que tinham a paciência devida para acabar de ler (e compreender, e sentir) o q ali estava escrito. Blog é sentimento! não sei se o desativou (eu não entrei mais, e é culpa do mundo contemporâneo) mas enfim(...) Hj eu me peguei pensando em poesia, e lembrei do seu blog... Aline, vc coloca sentimento nas coisas que escreve, isso é muito bonito (e fica evidente!)
Bom, espero que saiba que tem alguém aq q *ganhou* um tempinho por estar te escrevendo... (ganhei tempo pois refleti; reflexão é consequencia da leitura)
...
envio dois haikai de um poeta brasileiro Paulo Leminsky:

" A estrela cadente
me caiu ainda quente
na palma da mão"

(este em homenagem ao outono)

''duas folhas na sandália
o outono
também quer andar''

Espero que não tenha ficado muito confuso esse comentário:
Parabéns!

Att. Nathalie

Aline Ahmad disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline Ahmad disse...

Nathalie, a sua mensagem foi responsável por tornar meu dia mais feliz. Cada vez que leio palavras carinhosas sobre o que escrevo renasce dentro de mim a vontade de ser mais do que sou. Obrigada!
Beijos de luz,
Aline***

Vanessa Leme disse...

Oi Aline,
Sempre venho ao teu blog e percebo que já não escreve com tanta freguência...o que aconteceu?

Abraços,
Vanessa

Aline Ahmad disse...

Oi, Vanessa!

Obrigada por sua preocupação. Realmente tenho colocado outras prioridades em minha vida. Mesmo assim sinto bastante saudade de quando escrevia mais frequentemente no blog. Era gostoso imaginar que minhas palavras tocavam pessoas que eu nem sequer conhecia. Elas ultrapassavam paredes, distâncias... Aliás foi por esse desejo que me dediquei a escrever um romance. Sonho que ele chegue em lugares em que sou incapaz de chegar. No momento estou negociando a diagramação do livro (já escrito) para imprimi-lo e enviar a editoras que eventualmente possam se interessar na publicação. Torça por mim!
Sempre que possível continuarei escrevendo por aqui. Inclusive acabo de habilitar meu celular para facilitar minhas atualizações.

Beijos de luz,

Aline***

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...