Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

29 de abr de 2008

O que é fácil?

As coisas para mim sempre vieram fácil. Mas nem sempre é fácil quando tudo vem fácil. As pessoas esperam mais da gente e estamos menos preparados. Quando as coisas vem difíceis as dificuldades nos preparam, mas quando tudo vem fácil olham para nós como se já soubéssemos, como se já tivéssemos aprendido, sendo que há coisas que só a dificuldade e o tempo ensinam. Carrego esse peso, de não ter sofrido tudo que deveria, ou poderia. De sofrer o preconceito por não ter sofrido. De ser vista como fraca, frágil e incapaz só porque a vida ainda não testou a minha força.

Mesmo aparentemente tendo tudo (de material, de superficial) eu sofri muito para ter coisas extremamente simples, entretanto imensamente mais importantes. Eu sofri para ter amigos, sofri (e sofro ainda) para ter amor. Nem tudo foi fácil, até porque nem tudo é fácil... As pessoas me olham sem me conhecer, sem saber o que sinto por dentro, o que sou por dentro. Tão semelhante... Mais semelhante do que pareço ser.

Não é porque algumas coisas vieram fácil que não tenho o direito de desejar outras. De querer mais. Não é porque me acomodo em algumas situações que eu sou assim. Tenho minhas fraquezas, meus defeitos e imperfeições. A vida exigiu pouco de mim, não precisei lutar por um lugar que já era meu. Mas todas as vezes que fui exigida, requisitada considero que dei conta do recado. Eu não falhei, não decepcionei. Não é justo que seja julgada porque as coisas vieram fáceis. Aliás, pensando bem, não foi tão fácil assim...

16 comentários:

Renan Cardoso disse...

Tudo é fácil quando é feito com grande paixão e amor, podendo sofrer quando é muito intenso. Independente de condições financeiras, sociais e psicológicas. E tenha certeza que aos olhos dos outros a sua vida é fácil porque simplesmente não é vivida por eles e sim por você, não estão em sua pela para saber.
Beijo

Ju disse...

Eu sei bem o que é isso.Tive mtas coisas na mão e hj sofro, pq a vida tem me exigido mais do estava acostumada a dar.Não posso reclamar da minha infância/adolescência/pais...mas hj vejo o qto é importante exigirmos e direcionarmos uma criança...
A gde maioria julga, Aline,mas ñ conhece profundamente a história de cd um.Não a conheço,mas a admiro aqui de longe - tanto pela beleza,qto pela sensibilidadeVc é um ser de LUZ.Beijo grande!

Anônimo disse...

oi, aline
um desabafo? uma justificativa por ser você o que é?
tenha em mente o seguinte: se as coisas vieram fáceis para você, são suas, você as mereceu.
procure sentir-se responsável por distribui-las aos que não tão fácil assim as buscam.
aconselhe, use suas experiências boas ou más, para ajudar aos que buscam conhecimento.
aos que sentem falta de bens materias, por vezes extremamentes necessários, ensine-os "a pescar", estimule a criatividade dos que necessitam e você vai ver a paz jorrar de seu coração.
você não precisa sofrer hoje, por não ter sofrido ontem, você só precisa viver sua vida, sua vida, apenas sua, sem desejar ou fazer mal a outrém, pois assim você vai continuar a dar conta do recado nas vezes em que for solicitada. aquele gesto bom, aquelas palavras ditas com verdade e amor, partes de você, vão fazer parte daqueles que atendeu.
Amigos, amor, paz, virão à reboque.

beijos de luz em seu coração.

www.betomelodia.blogspot.com

Anônimo disse...

Aline....faço suas palavras, minhas palavras!!!!Tenho 23 anos e as pessoas me julgam muito....cansei disso!!!!!!!!Cobram de mim uma maturidade que ainda não existe....poxa tenho apenas 23 anos...e meus pais facilitaram muito a minha vida (apesar de ter começado a trabalhar aos 15 anos)....to de saco muito cheio!!!(desculpe as expressões e o desabafo).....Priscila Fonseca

Direções disse...

Qualquer um poder falar das pingas que eu bebo!

Mas ninguem vê os tombos que eu caio...

Nunca é nos dado um fardo maior do que podemos carregar...

Aline Ahmad disse...

Muito obrigada pelo comentário e pela frequência, Renan!

Ju, que pena que não me conhece e nem eu a conheço... Pessoas sensíveis são raras. Obrigada pela sensibilidade.

Beto, suas palavras foram pertinentes e verdadeiras. Obrigada por investir seu precioso tempo lendo o que escrevo e se pronunciando.

Priscila é mágico que tenha se identificado com o que escrevi. De alguma forma invisível estamos conectadas. Obrigada pela sensação boa que isso provoca!

Direções, seguindo a mesma direção, um sentido único, suave, você me disse com clareza o que em muitas palavras eu tentei exprimir. Obrigada pelo comentário!

Beijos de luz a todos! E obrigada do fundo do coração!

Leonor disse...

o fácil também é sempre relativo... o que interessa é como fazemos, porque fazemos, e, no fim de contas, o que fazemos

bom fim de semana

Renata Cordeiro disse...

Vá ap meu blog e receba o seu beijo de paz.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/

Renata Cordeiro disse...

E de luz.
Renata Cordeiro

Helena Rezende disse...

Lindo post desabafo! Temos perfeição só em Deus. Quanto a nós humanos, somos, humanos, com sentimentos de todos os tipos, bons e maus, devemos sempre nos cuidar para que os bons sobreponham os maus. Ter esperança e fé é sempre um grande princípio de vida. Ter caráter é essencial!
Quando quiser se unir a nós, visite o meu blog, que é de todos os que estão lutando por um mundo melhor: http://vamossalvarnossoplaneta.blogspot.com

Hugo Becker disse...

A vida em si é uma arte complexa demais, e seria pretensioso se dissesse que ela é feita em sua plenitude apenas para os fortes. Estaria contradizendo a quase todos; não somos plenamente fortes.

Neste texto você foi bem transparente. Não deixa de ser curioso o fato de você não ter culpa por ter tido "mais facilidades", da mesma forma como não tenho culpa por não ter quase "nenhuma facilidade"...

Nem sempre somos os responsáveis por tudo. Há situações que existem antes mesmo de nós existirmos. Isso contraria teorias que livros como "O Segredo" trazem nas suas linhas. Somos o que pensamos. Temos o que visualizamos.

Não é assim, ao pé da letra. Existe um outro fator preponderante chamado DESTINO. Talvez ele seja o "culpado" pelas facilidades de um ou pelas dificuldades de outros.

Mas é dificílimo comentar sobre isso, mesmo por que estou na posição completamente inversa à sua...

Beijão

Hugo Becker disse...

Ah, apenas para concluir o que pretendia dizer quando citei que a vida é uma arte complexa demais (me perdi no raciocínio enquanto escrevia... hahaha):

Se você pudesse trocar de vida, para que a vida testasse sua força constantemente, diariamente, a ponto de levá-la ao limite extremo, como acontece comigo, você gostaria de fazer a troca? Acredita que ela lhe traria mais força? Gostaria MESMO que a vida exigisse mais de você?

Confesso que não gostaria de ser "pouco exigido" pela vida, mas o Homem que escreve o destino caprichou aqui viu... hahahaha

Beijos, mais uma vez.

beto melodia disse...

Olá, Aline.
Na postagem de segunda-feira, dia 19, em meu blog "Música e Arte", tem um convite de Emanuela, que repasso com carinho.
Um bom início de semana.

Filósofo disse...

Fácil é se encantar com o que vc escreve, difícil é sair desse blog...quando quiser me visitar meu blog é sua casa!
Um abraço!

beto melodia disse...

Olá, Aline.
Esperamos mais e mais postagens suas...
Beijos em seu coração

beto melodia disse...

oiêêêê...
cadê você, aline?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...