Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

30 de jul de 2009

No deserto...









Saudade de Seattle

Estou amando Los Angeles, mas ao mesmo tempo estou com saudade de Seattle...

Final de tarde na Universal



Depois de uma tarde levando papai e mamae para ca e para la, carregando a blusa e a bolsa deles como tantas vezes eles fizeram por nos tiramos essa foto antes de ir embora... Eu e minha irma mais nova, Adelita Ahmad, que faz hoje aniversario.

(Clique na foto se quiser ampliar)

Outro nao ha

Ninguem e' melhor que voce
Nem os outros, so' voce o e'
Ninguem mais que possa ser como so' voce e'
Ninguem que queira
O amor nao e' para quem quer
O amor e' para quem ama
E so' voce conheco que possa me amar como mulher
E tambem como menina
(que ainda sou na alma)
E' so' voce que sei que pode ser assim
Outro melhor nao conheco
E se conheco, nao vi, nao percebi.
Nao vou mais procurar
Se ja encontrei voce aqui
Nessa vida.

Universal Studios

Foi otimo o passeio em familia na Universal, so estou um pouco cansada para contar e ao mesmo tempo bem feliz! Foi uma delicia ver a emocao dos meus pais.

Nikki & Rich



Ontem (28/07/2009) o Wagner tinha que comparecer em um show de lancamento e nos convidou para ir tambem. Eu adorei! Aqui tem uma previa. Trata-se de uma dupla. Eu queria uma voz como a dela! E ele e' o DJ. Eles compuseram juntos as musicas.
O show foi de otima qualidade em um lugar pequeno. Ficamos bem perto do palco. Aqui o MySpace deles

29 de jul de 2009

Familia

Esta um pouco tarde mas a familia esta se arrumando para ir para a Universal. Engracado que quando um fica pronto o outro lembra que esqueceu alguma coisa. Em casa e' sempre assim... risos

28 de jul de 2009

O amor deve ser assim...

Juro que queria um abraco desse. E nem precisava ser o Rodrigo Santoro...

Beatles em Las Vegas


Eu terminei um post dizendo que o melhor estava por vir.
O melhor de Las Vegas foi assistir ao espetaculo "Love" do Cirque du Soleil, todo inspirado na histoia dos Beatles e com as musicas deles como trilha (nada ao vivo, para nao tirar a magia das cancoes no original)!

Eu me emocionei demais. Foi tanta beleza diante dos meus olhos que eles sucumbiram em lagrimas... Chorei da primeira musica ate' metade do show. Aquilo foi mexendo comigo de uma tal maneira que ate'eu mesma me impressionei.

Encantador como algumas pessoas continuam vivas mesmo depois de mortas! E' impressionante como alguns continuam a existir mesmo quando ja nao existem mais... Os Beatles estavam vivos naquele espetaculo e a forma com que a vida deles se manifestou na minha foi tocante.

A delicadeza e beleza com que os artistas trabalharam para realizar "Love" so pode ser resultado de muito e extremo amor... Ao fim de "Love" eu estava amando.

All you need is love. (Tudo que voce precisa e' de amor)

Torrido

A sua falta eh um sopro de vida
Que o tempo me permite dela me desvincilhar
Quando sou sufocada.

Respirar e' relaxar da ausencia
Contentar-se com o vazio
E dar-lhe uma seguranca que nem sempre merece;
Ate' porque e' superficial.

O amor se manifesta nos espacos ocos
No vacuo de sentimento
Em que a saudade brota solitaria
Ali nasce o amor mais torrido

Eros vive
Agape morre...

Por-do-sol na estrada

Paris em Las Vegas

Ainda nao conheco Paris, mas ja adorei conhecer a replica. Linda cidade!

video

Presente

Eu ganhei um presente e as vezes esqueco que ele eh meu.
O presente eh voce!

Terapia poetica

Preciso de alguem me melando
Preciso de alguem docinho
Com olhos, boca e labios que abram um sorriso ao me verem passar.

Preciso de um abraco quente
Para horas de ausencia que nao sei suportar.

Preciso de melodia alegre
E voz que saiba cantar
Voz que saiba me cantar no ouvido
Me conquistar no olhar, em silencio.

Preciso de tempo para pensar
Mas o pensamento vem sem tempo, sem espaco para esperar
Vem como remedio,
O pensamento eh a pilula que tomo para nao enlouquecer
Escrever faz parte do tratamento.

Ameniza a dor, ameniza a falta...
Mas mesmo no vazio ha presenca.

Voce me le (nao so minhas palavras escritas)
Voce decifra a linguagem do meu rosto
o tremor da boca e le as linhas das minhas expressoes.
Sao seus mais ricos e raros livros
Os que le (e escreve) na leitura do meu rosto.

Luz e amor sao palavras que combinam
Mas nao pode le-las em mim agora.
Talvez escuro e medo estejam mais legiveis.

O medo dura 1 segundo, e' so' ausencia da presenca que nao tarda em voltar
A escuridao dura 1 segundo, e' so' ausencia da luz que nao tarda...

Ja prevejo a despedida, desse encontro ausente.
Voce senta ai logo em frente e me beija de longe, diz que me ama,
Me diz durma bem e boa noite.

Volto a estaca zero do inicio deste poema
Quem sabe hoje precise escrever outro antes de dormir
Como remedio... Faz parte do tratamento.

Voce fugiu

Voce me abandonou no dia em que o sentimento estava cinza e meu coracao sentia frio.
Naquele dia, em um instante, voce simplesmente fugiu.
Eu sorri como se nao me importasse, eu fingi.
Mas estava frio...

Mesmo assim voce nao estava frio.
Seu olhar era quente, tao quente que ameacava me aquecer.
Eu sentia saudade em te ver.
Eu sentia vontade.
Queria retomar um passado derradeiro.
Beijinhos, abracos e carinhos sem ter fim...

Aquele fim gritante, voce sem se importar com uma ausencia cortante...
Eu que fiquei a te esperar e esperaria o anoitecer de novo.

Ah... Voce nem imagina o que te guardo
Voce nem imagina o quanto guardo.
O quanto me guardo... Mas voce fugiu.

Sua imagem ja nem vejo mais e esperar-te amanha e' triste e longo porque demora a chegar.
Eu estava a me acostumar sem ter voce perto, mas um "num-sei-que" me fez de novo ficar assim, assim por voce.
Bem nessse dia voce vai embora.
Quando a sua falta doi mais, atinge mais, tinge mais de dor aqui dentro.
Se dramatizo e' porque tudo isso me passa pela cabeca.
Uma falta enorme.
Amanha ja nem quero.

E voce vira com sorriso e elogios,
E carinho que faz de longe com os olhos,
Eu nao resistirei, ja sei.
Vai ser ja outro dia.
Talvez nem tao cinza...
Com voce nele e eu sem voce de novo.
E voce comigo, mesmo longe, sem fugir, espero...

27 de jul de 2009

Las Vegas

Saudade de escrever aqui...
Viajei para Las Vegas na quinta e voltei ontem, domingo. De la enviei alguns pequenos recados pelo twitter usando o celular do meu cunhado, Wagner. Infelizmente a Lan House do hotel ficava longe e com tantas coisas para fazer na cidade nao sobrava tempo de atualizar. As vezes tinha vontade de entrar na internet a noite, mas ficava aberto so ate' as 8, eu chegava sempre depois disso.

O Wagner e' um apaixonado pela cidade, desde o primeiro momento ele quis transmitir a todos nos (eu e minha familia) as multiplas sensacoes que a experiencia de conhecer Las Vegas pode deixar nas pessoas, pela grandeza e sofisticacao dos edificios, pelo colorido das luzes, pela alta tecnologia dos shows e por toda a magia que envolve olhares encantados com o novo.

Ele planejou tudo para que chegassemos em Las Vegas a noite. Na entrada ele colocou uma musica do Elvis como trilha, abaixou os vidros, aumentou o som e acelerou em direcao `aquele imenso cenario de luzes, predios, estatuas e cores. Ja era mais de meia-noite, aqueles que dormiam no carro acordaram entusiasmados e se sucederam muitos "Nossa! Nossa! Nossa!" para cada lado que se observava.


Primeiro dia
Ficamos no Luxor, um hotel em formato de piramide e com a decoracao alusiva ao Egito. Nao era o mais suntuoso e tambem por isso nao era o mais caro. Nao conseguimos fazer outra coisa que nao fosse dormir. So no dia seguinte saimos ja no horario do almoco direto para um buffet. Depois de almentados fomos andando por todos os hoteis-cassinos proximos ao nosso. Paravamos, tiravamos fotos, muitas poses, risos e sorrisos depois e meus pais ja estavam cansados. O Wagner tinha planejado um percurso bem maior quando eles pararam para descansar. Eu e a Delita, minha irma mais nova, fomos ate uma montanha russa que nos divertiu demais. Fazia muitos anos que eu nao vivia essa emocao, foi tao divertido. Loopings, velocidade, quedas, demos gargalhadas por quase todo o percurso. Eu amei!

Quando voltamos meu pai "levantou a bandeira branca" e todos voltamos ao hotel para descnsar um pouco para assistir o Torneio dos Reis a noite. Eu, Adelita e minha mae ainda tivemos energia para ficarmos horas olhando cada detalhe da loja Urban Outfitters que ficava bem perto do nosso hotel, em um shopping que emendava nele, na verdade.

O show e' tambem um jantar medieval. Todos comem com as maos o jantar (porque naquela epoca ninguem usava talher) assistindo um torneio de reis (atores sobre cavalos). Tanto os atores quanto os cavalos eram lindos, muito lindos, e isso ja foi bem divertido de se ver. Apesar dos atores serem lindos acho que os cavalos eram ainda mais especiais. Amo cavalos!

Segundo dia
No dia seguinte (sabado) fomos conhecer "Paris". O hotel e' uma reproducao linda da cidade, com cafes parisienses e ruas singelas no lugar de corredores. Fiquei encantada com o lugar. De la fomos para o Caesar, um shoppng com lojas das grandes grifes. Muitas fontes, estatuas, replicas de pinturas, beleza e sofisticacao. O melhor estava por vir...

23 de jul de 2009

Los Angeles

O dia amanheceu lindo por aqui. Sol, ar fresco, uma delicia. A casa eh maravilhosa! Pe direito alto, comodos amplos, quartos com varanda, varias televisoes enormes, computadores por todos os lados. E muitos, muitos intrumentos musicais. Uma das paredes eh decorada por violoes de todos os tipos, cavaquinhos, bandolim, etc. Em um outro ambiente varias guitarras e outros instrumentos que na minha ignorancia musical ainda nao pude reconhecer nem tive tempo de perguntar. Eh tudo do Wagner, um musico e produtor brasileiro que escolheu a casa onde viveu Carmem Miranda para morar e montar os varios estudios daqui que atendem Hollywood e o show business. O site do estudio eh esse. Clicando em "location" eh possivel ver fotos da casa. Vou tirar outras depois.
Como vim parar aqui? Minha irma namora o Wagner.

Despedida de Seattle
Minha noite de despedida em Seattle, na terca 21 de julho, foi em um restaurante indiano que adorei. Fui atendida pelo proprio dono que, simpatico, deu sugestoes sobre os pratos que foram extramente certeiras. Comi peixe com vegetais e o molho estava saboroso demais!

As 5 da madrugada do dia 22 eu ja estava pegando o taxi para o aeroporto. O voo aconteceu as 7. Cheguei em Los Angeles por volta das 9:45, ateh pegar as malas era umas 10h mas o Wagner, meus pais e a Deza (Andreza Ahmad, minha irma) demoraram mais de meia hora para me pegarem. Deixamos as malas na casa, pegamos a Delita (Adelita Ahmad, minha irma mais nova) e fomos almocar em um restaurante chines delicioso.

Fomos a busca de um tenis para minha minha mae, que nao tinha trazido nenhum. Rodamos o shopping e no final decidimos pegar a estrada para irmos ate um outlet com varias marcas. O lugar eh tao grande que nao entramos nem em metade. Foi mais facil parar o carro conhecer algumas e depois ir de carro ate outro pedaco, olhar algumas outras e assim por diante. Na volta paramos em um restaurante e bar brasileiro, de Los Angeles, mas compramos a comida para comer em casa. Eu ainda tive tempo de conversar um pouco com Seattle, via webcam. Como eh bem facil constatar pelo meu post anterior eu o escrevi quase dormindo de tanto cansaco... Hoje acordei cedo e fui caminhar, passei no supermercado e comprei o cafe da manha. Provavelmente deixaremos Los Angeles para conhecer Las Vegas no final da tarde. Se conseguir atualizo de la. Pode ser que fique mais facil atualizar o twitter. Qualquer coisa eh so clicar aqui ou no link logo abaixo da minha foto da direita, onde esta escrito "twitter". Outra forma eh me acompanhar atraves das atualizacoes que aparecem tambem aqui no blog, so que em uma coluna azul, a direita. Agradeco a sua companhia desde ja!

Los Angeles

Cheguei em Los Angeles bem cedo, na manha desta quarta-feira, 22 de julho. Nossa, o tempo voa... E com ele eu voei de Seattle para ca. Estou hospedada na casa onde viveu Carmem Miranda, um lugar lindo que respira musica. Aqui tambem eh um estudio incrivel de gravacoes famosas do cinema e do mercado fonografico... Queria contar mais, so que meus olhos estao fechando...

21 de jul de 2009

Jardim Japones (mais fotos)

Como ja disse o jardim japones de Seattle e' um dos lugares mais lindos que ja estive na vida. Fiquei sem ar... Por isso vale a pena cada uma dessas fotos!







Jardim Japones




Ontem (domingo, 19/07/2009) visitei um dos lugares mais lindos que ja fui. E' um jardim japones que me deixou em extase. Eu nao sabia nem para onde olhar. Se pudesse eu traria cada imagem que vi na memoria dos meus olhos, para acessar sempre que quisesse. Gostaria de ter olhado mais vezes, contemplado mais, tamanha a beleza que vi diante de mim...

Depois coloco outras fotos.

19 de jul de 2009

Volunteer Park - Seattle

Ontem (sabado) passei a tarde no Volunteer Park, em Capitol Hill. Um dia lindo de sol!


La assisti a uma peca de teatro ao ar livre:


Subi em arvores:



Tirei fotos do lugar e das flores:



Tirei fotos com as flores:



(Ao fundo o museu asiatico)

Adormecer do Sol no Green Lake

Na sexta-feira bati essas fotos do por-do-sol no Green Lake. Um lindo parque de Seattle que ja comentei varias vezes aqui no blog.



Twitter e Otavio Mesquita

O twitter alem de ter se tornado quase um vicio para mim deve estar sendo muito comentado pela imprensa brasileira. Acabei de falar com meus pais e meu pai disse que quer entrar no twitter. [risos]

Antes de fazer parte eu nao compreendia direito o que era e sinto que ate' hoje as pessoas que nao frequentam essa rede ficam um pouco confusas quando ouvem falar. Eu ficava. Afinal o que e' twitter?

O twitter e' um microblog. Quase como esse meu, mas aqui escrevo sem limites de caracteres. La so posso escrever no maximo 140 caracteres. Isso faz com que as pessoas atualizem bastante atraves de mensagens instantaneas pelo celular. Neste blog tenho alguns seguidores (que me honram e envaidecem). Cada vez que eles abrem a pagina inicial (home) as minhas atualizacoes ficam visiveis. No twitter e' a mesma coisa. Meus seguidores veem tudo que escrevo, sem precisar visitar a minha pagina. Ja aparece na pagina deles mesmo. E eu tambem, vejo todas as atualizacoes das pessoas que sigo. Desde revistas, jornalistas, artistas, humoristas, politicos, anonimos, tem de tudo... O interessante e' a possibilidade de se comunicar sem intermediario (somente algumas paginas de famosos, fora as falsas, sao gerenciadas por terceiros, a maioria e' abastecida pela propria pessoa) com gente de dificil acesso. Outro fator marcante e' que, diferente do que acontece na sociedade, no twitter todo mundo e' igual. Nao importa se voce e' celebridade ou anonimo, o twitter nao segrega as pessoas, exceto pelo numero de seguidores, claro que os famosos manifestam um apelo maior, mas ha' anonimos com tantos seguidores quanto os famosos, ou com mais.

Otavio Mesquita
Ha dois dias, por exemplo, fiquei sabendo via Twitter que o apresentador Otavio Mesquita, aos 50 anos tinha acabado de se tornar pai novamente. A noticia nao seria tao relevante se Otavio nao fosse um membro da minha familia que, pelas circunstancias, conhecemos e acompanhamos so de longe, pela propria vida atribulada e cheia de compromissos que ele vive. Enviei, tambem via twitter, o carinho de toda minha familia.

Aqui a entrevista que fiz com Otavio Mesquita, para a TV Guarulhos, em outubro de 2008:


Ah! Otavio me respondeu, via twitter...

Roda Viva com Gay Talese

Ja escrevi sobre Gay Talese, aqui. Desde entao estou acompanhando tudo que vejo com o nome dele. Amanha ele sera o entrevistado no Roda Viva. Gostaria de assistir!

Spin Mental - Rosana Hermann

As vezes leio coisas na internet que quero guardar. Compartilhar aqui e' tambem um motivo para que eu possa ter guardado nessa "gaveta aberta" que e' o blog assuntos, palavras, textos que me chamam a atencao.

Em 2008 a Rosana Hermann escreveu um texto que so pude ler agora porque ela indicou novamente o link. Achei interessante e valido para refletir sobre como cada um capta, julga e reage `as mensagens simples da vida. Reproduzo aqui:

Cada um tem sua cabeça, cada cabeça tem um funcionamento, cada um alinha seus spins mentais de acordo com os campos dos seus sentimentos.
Tem gente que só pensa em dinheiro, em valores, em riqueza. Tem gente que é patologicamente curiosa. Tem gente que implica com tudo. Tem gente que é divertida. Tem gente que é um amor.
Quem tem blog, página no Orkut, site, sabe a aventura que é publicar textos e receber respostas.
Você posta uma coisa simples e corriqueira como 'comprei um lindo buquê de flores' e cada um comenta de acordo com sua personalidade, como estas respostas de ficção que inventei a título de ilustração.

O GANANCIOSO:- Nossa! Deve ter custado uma fortuna!

O CURIOSO:- E pra quem era?

O HIPOCONDRÍACO:- Sou alérgico a flores!

O INVEJOSO:- Tá podendo, hein...!

O DETALHISTA:- Rosas ou flores do campo?

O COMPLEXADO:- Humpf! Comprar flores é coisa de madame!

O IMPLICANTE: - Esse blog já foi melhor! O que isso interessa para o mundo?

O AZEDO: -Com tanta criança passando fome você gasta dinheiro com flores! Vergonha!

O AMARGO: - Pra mim ninguém dá flores....

O ÁCIDO: - É pro túmulo de quem?

O CHATO: - Então você comprou um pleonasmo porque se é buquê só pode ser de flores...

O AMIGÃO: - Puxa! Que legal! Manda o endereço da loja, o tipo de flor e o preço? Quero comprar também!

O INTERESSADO: -Posta a foto!

O ENCICLOPÉDICO: -Originalmente buquê é grafado como 'bouquet', em francês e significa 'pequeno bosque'. Seria melhor você escrever 'ramalhete'.

O DELIRANTE: -A blogueira deve ter falado mal de alguém, tomou um toco, está se sentindo culpada e agora vai mandar florzinha pra inimiga! Tomara que ela jogue as flores de volta na cara dela!!!

O DIVERTIDO: -E como você vai mandar as flores pra mim se você não tem meu endereço? kkkkkk!

O FILOSÓFICO: - Comprar flores é sempre um gesto de amor...

O COINCIDENTE: -Não acredito? Sério? Eu acabei de comprar um lindo buquê de flores também!

O EXIGENTE: -Acho uma falta de respeito você não dar informações precisas a seus 'queridos' leitores. Como jornalista você deveria dizer que quantas e quais flores comprou, quanto pagou e colocar o link da empresa que vendeu. É o mínimo.

O CONSELHEIRO: -Rô, não fala que você comprou flores porque as pessoas vão achar você frívola, arrogante e exibida. Não precisa publicar este comentário, tá? Beijo.

O DESAFETO: -Tomara que sejam rosas e você se espete nos espinhos!

O EMPREENDEDOR: -Sou dono de uma floricultura! Da próxima vez compra na minha!

O TÍMIDO:-Não costumo comentar mas adoro flores por isso resolvi dar um 'oi'. Oi.

A POBRE DE ESPÍRITO:- Buquê de flores? Nossa, que brega!

O ANÔNIMO: -Tomara que murche logo.

O OPORTUNISTA: -Veja um post sobre flores muito melhor que esse em http://visitemeublog.porfavor.com.br

O NEURÓTICO: - Jabá?

O IMAGINATIVO: - Homenagem a Geraldo Vandré? 'Pra não dizer que não falei de flores?'

18 de jul de 2009

Cafe com flor

Antes do parque estive em um cafe, cujo o simbolo fica desenhado na na xicara, ao servir. Olhe que lindo, e' uma flor!

Green Lake



A foto foi tirada ontem, no Green Lake. Um parque lindo que tem aqui, em volta de um lago.

Ausencia explicada

Nao gosto de passar um dia longe do blog. Na verdade esse dia ainda nao passou porque embora ja seja bem tarde aqui eu ainda nao dormi.

Hoje sai logo cedo para passear na Brodway (a minha avenida favorita de Seattle). Andei, andei e andei... Almocei em um restaurante vitnamita, passei na loja Harem, da Victoria, fui aos meus brechos preferidos, levei uma bolsa para arrumar no sapateiro que eu adoro (ele ja arrumou minha mochila e um cinto que tinha acabado de comprar mas precisava de alguns furos a mais). Foi uma delicia tudo! O dia estava ensolarado com uma leve brisa.

Passei o final da tarde no Green Lake e jantei em um restaurante indiano, maravilhoso!

Estou bem cansada, com sono... Se nao fosse isso escreveria mais...

16 de jul de 2009

Fases

`As veze eu me sinto tao bem por me sentir mal.
`As vezes eu me sinto bem, porque me sentir mal e' ser normal.
`As vezes eu me sinto bem, nao me sinto mal.
Para que sentir sempre igual?

Sol

Ah, sim, o Sol!
O sol tem um poder magico...
Os raios solares
De luzes aquecedoras
De cores enrubecedoras
Tem um poder.

Debaixo de sol as pessoas ficam claras
O ceu azul deixa feliz ate' almas raras
Vou tomar o sol (tomar com a pele e com a pensamento)
E ver o ceu azul
(Que nao existe!)
Embora eu o veja assim.

Vou tomar sol enquanto leio,
Enquanto escrevo...
Quero voltar ensolarada!

Carencia

As vezes eu fico carente,
Sem motivo aparente...
As vezes e' mais frequente
Se ha' motivo aparente.
Mas ficar carente nao dura p'ra sempre.
Passa!

Tempo

Eu nao minto mais.
Eu digo.
Eu nao finjo mais.
Eu faco.

E' esse tempo passando, levando,
Nao sobra mais espaco para nada...
E' esse tempo passando, levando,
Abre porta, fecha porta,
Abre janela, fecha janela,
Abre, fecha,
A mao do tempo nao abre, nem fecha
Mas a minha mao dentro do tempo
Te abre, te fecha...

A minha mao dentro do tempo se abre
E se fecha.

A minha mao nao segura o tempo.

E' esse tempo passando.
Eu nao minto mais,
Eu nao finjo mais.
O tempo passa mais,
Mesmo assim.

As minhas palavras sao so' um jeito de dizer-me
As minhas palavras sao so' um grito para espalhar-me
As minhas palavras sao so'.
Minhas palavras sao sozinhas.

Todos os olhos que as olham sao os meus.
Todos os olhos que as leem sao os meus.
Os meus olhos sao so'
Meus olhos sao sozinhos.

Eu nao lamento,
Eu vivo.

Eu nao me contento.
Eu exijo.

O tempo nao ouve nem lamentos
Nem exigencias.
O tempo e' surdo.

O tempo passa.
Eu fico.
O tempo passa.
Eu vivo!

Ja chegou o tempo

Ja foi o tempo em que tive medo.
Ja foi o tempo de guardar segredo.
Ja foi o tempo.
O tempo vai mesmo...

Ja foi o tempo de sentir vergonha.
Ja foi o tempo de deixar passar.
Ja foi o tempo.
O tempo vai mesmo...

Ja chegou o tempo de sentir coragem.
Ja chegou o tempo se ir alem da imagem.
Ja chegou o tempo.
E o tempo chega mesmo!

Eu poderia...

Eu poderia imaginar cenas.
Poderia.
Poderia inventar historias, contos, poesias.
Poderia.
Poderia contar causos, acontecimentos, fantasias.
Poderia.
De tudo que contasse sabe o que sobraria?
Voce!

Surpresas

Eu sou humana. Ser humana implica contentar-se com o que se e'. Sem as perfeicoes que o sonho almeja.
Como sou humana, as vezes a inseguranca pousa em mim e deixa rastros de tristeza.
Tem tristezas que transbordam em lagrimas.
A vida e' muito imprecisa.
Como sou humana, as vezes me vejo tentando controlar o incontrolavel, prever o imprevisivel... E' tudo como uma caixa de surpresas. A surpresa so pode ser vista quando a caixa abre.
Ha' caixas embrulhadas com papel brilhante, colorido, nem sempre sao profundas, nem sempre sao belas por dentro. Existe tambem o contrario. Caixas empoeiradas pelo tempo, que estavam deixadas de lado, esquecidas, e que ainda guardam surpresas especiais.
Ha' surpresas belas em caixas rasas, sem profundidade, acabam logo. Neste caso, a gente tambem esquece logo.
Interessante que so' o tempo, relogio dos acontecimento e senhor de todas as horas, tem o poder de dar o devido valor a cada coisa. Como se colocasse um preco compativel, como se soubesse quanto custa. Embora o preco apareca sempre tarde. Isso causa confusoes porque as surpresas sao vendidas em leiloes, pela vida, sem parametros. Enganam os olhares consumistas que as desejam. Sem saber o conteudo muitas custam caro demais, custam mais do que valem, outras sao tao baratas que podem ficar na prateleira sem que ninguem reconheca quanto valor ha ali.
Nao sei que tipo de supresa sou eu, tampouco sei que tipo de surpresa hoje existe em minha vida...
Ja aprendi as surpresas que gosto. Quero as caixas profundas de material duradouro, com conteudo doce de efemeridade eterna. Algo que as vezes me pareca fugaz mas que em essencia nao seja transitorio. Que seja calido e forte, sem ser aspero. Que seja leve e fresco, sem ser manso. E que me surpreenda com o bom, assim como eu me surpreendo... Ate' comigo mesma.

15 de jul de 2009

Restaurante Giratorio

Para completar um jantar inesquecivel no resturante giratorio no topo da Space Needle:
video

O restaurante leva aproximadamente 45 minutos para completar a volta proporcionando uma vista de 360 graus de toda a cidade. Um encanto!

O Adormecer do Sol em Seattle

Quando comecou a anoitecer, o Sol pintou o ceu de Seattle em matizes tao belas que so mesmo em fotos para mostrar. Clique nas fotos para ampliar:



No topo da Space Needle


Agora sim, do topo:
videoComo explico no video, ao lado direito esta o Lake Union, esse enorme lago de Seattle. Bem no centro esta o bairro Queen Anne e ao lado esquerdo Puget Sound. Uma baia de agua do mar, um pedaco do Oceano Pacifico banhando a cidade.

Subindo para a Space Needle

Fiz mais um video antes de chegar no topo do Space Needle:
video

Em seguida peguei o elevador. A vista da subida estava a coisa mais linda, fiquei tao impressionada que nao tive tempo de pegar a maquina para mostrar... Durou um pouco mais que 40 segundos.

Space Needle



Nas fotos ja estava no topo da Space Needle, mas o video abaixo foi feito antes de subir. Aperte o Play!
video Ontem, finalmente, fui conhecer a Space Needle. Trata-se de um dos cartoes postais de Seattle. Alias vale a pena visitar o site oficial . A torre tem 184m de altura e o elevador panoramico leva apenas 41 segundos para descer ou subir ao topo. E' interessante que se a descida acontecer em um periodo de nevasca a neve que cai a uma velocidade de 5km por hora parecera' estar subindo ao inves de descendo, porque a velocidade do elevador e' de 16km por hora, portanto bem mais rapido que a neve. Ontem fez um belo dia de sol e o que pude aproveitar foi uma linda vista com claridade natural na subida, um belo por-do-sol quando estava no alto (alem da vista da cidade) e depois vi tudo escurecendo e as luzes de Seattle sendo acesas para iluminar a noite.

Teoria da Resiliencia - Boris Cyrulnik


Fiquei encantada pela historia de vida de Boris Cyrulnik, neuropsiquiatra frances que, entre outros livros escreveu "Os alimentos afetivos: o amor que nos cura” e “Falar de amor à beira do abismo”. Ele ficou conhecido no mundo todo por sua Teoria da Resiliencia, baseada em sua experiencia pessoal. Aos 6 anos, durante a Segunda Guerra Mundial, Boris conseguiu escapar de uma batida policial que prendeu seus pais e sua irma. Os tres foram deportados e mortos em campos de concetracao nazistas. Aos 8 anos o menino estava sozinho e teve que reaprender a viver.

No proximo sabado atraves de uma videoconferencia Cyrulnik conversara com alunos brasileiros que desejaram participar deste evento na Casa do Saber.

Maiores informacoes aqui.

Para Boris os traumas sao superaveis. Gosto do frescor que a experiencia traumatica de sua propria vida trouxe `a mensagem que ele propaga. Se alguem for e puder me contar depois eu agradeco!

14 de jul de 2009

Seattle depois da caminhada

Hoje e ontem foram dias que decidi caminhar assim que acordei. Ontem a caminhada foi leve, mas hoje foi bem longa. Estava um pouco frio no comeco mas aqueci bem rapido e segui um longo percurso. Nem observei muitas coisas. Por sorte (ou falta dela!) as lojas ainda estavam fechadas. O maximo que fiz foi olhar para uma ou outra pela vitrine. O ceu estava bem nublado durante a caminhada e eu nem podia imaginar que se abriria e daria vazao a luz do sol que ilumina Seattle neste momento.

13 de jul de 2009

Picole' com mapa do Brasil

Semana passada eu estava comendo um picole e antes de dar a ultima mordida notei algo curioso. Nao e' que ficou parecendo o mapa do Brasil?



Sem assunto

Como hoje e ontem foram dias de ceu nublado eu nao fiz nada de diferente, vou aproveitar a falta de assunto para colocar fotos que ainda nao tinha postado. Esta e' do meu primeiro domingo em Seattle.



Estas sao da visita a Yakima Valley, quando fui conhecer uma vinicola:



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...