Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

28 de jun de 2012

Dor

Sofro de uma insegurança desmedida,
Complexo, medo... De ser menor do que sonho,
Do meu texto ser medonho,
Ou sem sentimento.

Fico pensando que não escrevo pra dentro,
Que penso demais no olhar de fora
E que quem olha demais para fora jamais se conhece ou se engrandece.

Fico pequena e só.
Do meu fracasso sinto dó e quase nenhuma vontade de mudar...

Vou tentar transformar a dó de mim em dor, e depois em fim,
Para poder recomeçar.

Acho que na dor encontrarei força.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...