Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

11 de dez de 2009

Meu pai foi, mas ainda está aqui...

Nahim Ibrahim Ahmad foi educador por mais de 50 anos. Nasceu no primeiro dia do ano 1936 em um lugarejo que não está no mapa, chamado Gurupá, que pertence ao município de Promissão, próximo de Lins, no interior de São Paulo. Ficou orfão de pai e mãe muito cedo e ainda adolescente iniciou seus estudos no seminário. Estudou Filosofia, Teologia na Universidade Gregoriana de Roma, fez estágio na Universidade de Louvain, na Bélgica e retornou ao Brasil após 5 anos de estudos na Europa. Ainda se formou em Direito e Pedagogia. Como padre sempre esteve ligado a educação, lecionando, mas também celebrou muitos casamentos. Com o tempo a vontade de constituir uma família se tornou cada vez mais latente e Nahim desistiu do sacerdócio para continuar sendo fiel a si mesmo e aos seus princípios. Nesta época recebeu o convite de uma amiga ex-freira, Zaira, para vir a Guarulhos onde juntos assumiriam a direção de uma escola. Foi em 1971. Da cidade Nahim nunca mais saiu. Uma vez viu uma moça passar e sentiu que se casaria com ela. Mas por anos não a viu mais. Quando conheceu sua esposa Avanil lembrou-se daquele instante ocorrido anos antes. Ela era a moça que vira passar. Meses depois se casaram e com ela Nahim realizou o tão profundo desejo de constituir uma família. Tiveram 3 filhas: Aline, Andreza e Adelita. Em Guarulhos Nahim edificou seus sonhos ligados a educação, ao esporte e a arte. Foi diretor-presidente do Colégio Progresso Centro, reitor da UNIFIG-UNIMESP e sempre se orgulhou do título de professor que carregou por toda a vida. Completaria 74 anos no próximo dia primeiro de janeiro. Foi um homem otimista, com uma contagiante vontade de viver que o fez surpreender a medicina e o destino que o câncer parecia escrever em sua vida. Desafiou a ciência e a história e provou que sua força, alegria e sabedoria eram capazes de fazerem nascer para ele novas manhãs. Era comum que trabalhasse após duras e longas sessões de quimioterapia, como se quisesse dizer ao seu organismo enfermo que o seu espírito estava saudável. E estava. A mente, a alma e o sentimento deste homem jamais se abalaram, eram motivo de exemplo e inspiração para todos de seu convívio. Seu pulmão parou de respirar, o coração parou de bater, mas de alguma forma indelével Nahim Ibrahim Ahmad continua vivo na memória e no intimo de todos que tiveram a felicidade de o conhecer.

Ele, de tão encantador que era, ficou encantado...

6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Beautiful!
"Nahim Ibrahim Ahmad continua vivo na memória e no intimo de todos que tiveram a felicidade de o conhecer."
Seres de Luz Sempre Estão São
Beijos Paz Amor Luz
Renata

Renan Cardoso disse...

Aline,

Fico muito feliz de ter tido a oportunidade de conhecê-lo e apertado as mãos do Profº Nanhim algumas vezes. Um homem admirável que se tornou um anjo de luz.

Bjs

Anônimo disse...

Mais uma vez um nó na garganta , mas repito o que já ouvi algumas vezes:"de árvore tão bela só podia dar os frutos maravilhosos que são todos vocês."
Beijos , lúcia

Susana disse...

Você é uma privilegiada de ter tido um pai como o seu. Certamente ele está presente em você, em suas irmãs e em todos que, de certa maneira, foram "tocados" por ele.

Bjs.

prosasdeoutono disse...

Olá Aline,

Através de blog Amigo vi você e resolvi vir até aqui. O post que encontrei foi um post de pesar e sofrimento para si. Lamento muito a morte de seu Pai.
Continuarei vindo até aqui.

Beijinhos e meu voto de muita força
Alex

Anônimo disse...

Aline, sou mãe de um aluno e admiradora de suas palavras... Sinto muito por seu pai, mas como vc disse no evento na última sexta-feira ele continuará presente na vida de todos.
Linda a postagem que fez para ele...me emocionou e fiz questão de contar a meu filho um pouco mais da história deste grande homem. Realmente vc foi privilegiada em conviver com ele.
Muita força e luz, abraço aos familiares.
Mari

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...