Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

24 de fev de 2010

Subtrair o que não serve

Eu estava na academia em um aparelho que simula a subida de uma escada tentando ler um livro para passar o tempo. Ali, diante do livro, no esforço de pernas que subiam e desciam, entre os suspiros do cansaço eu tive uma inspiração. Sim, a inspiração veio do livro, presente da Alzira.

Há a citação de Tao-Te-Ching:
"Na busca do conhecimento a cada dia se soma uma coisa. Na busca da sabedoria a cada dia se diminui uma coisa."

De T. S. Elliot:
"Onde está a sabedoria que perdemos no conhecimento?"

Depois disso fiquei tentando me lembrar onde li que os piores são os semi-cultos. Pensam que são cultos e na verdade não o são. Por isso manifestam a arrogância. Os incultos são belos, com a sabedoria da simplicade são capazes de encantar. Os sábios são também simples, humildes. Difíceis são os semi-cultos que julgam saber tudo. Desses é melhor manter distância. Eles vivem da soma. Somam informações sem subtrair arestas inúteis. Passam a orgulhar-se das arestas inúteis. Os sábios sabem subtrair. O conhecimento adquirido é leve, porque reconhecem que todo conhecimento é sempre pouco e para tê-lo em plenitude é preciso desapegar-se do que não serve. Não é o que sabem que os torna sábios, é a consciência do que não sabem. Com esses é delicioso estar, conversar, viver...

Com os incultos também. Bastam algumas palavras para que eles se abram ( e essa abertura inclui o sorriso, o ombro e o coração). Eles acreditam que não sabem nada, por isso sabem TUDO.

3 comentários:

Kely Gouveia disse...

Oi Aline, td bem?
Vc não me conhece mas sou amiga do Paulo e através do blog dele sobre a viagem que cheguei ao seu.
Gostaria de lhe parabenizar por esse comentário a partir da citação do T. S. Elliot. Concordo em plenitude com o que diz sobre o perigo da soberba que incide aos semi-cultos.
Me fez lembrar uma frase de um dramaturgo britânico chamado George Arliss, não sei se vc conhece, (eu só conheço pq sou uma apaixonada por cinema. Rs!) que diz que "A humildade é a única sabedoria verdadeira pela qual nós preparamos nossas mentes para todas as possíveis mudanças da vida."Ou seja, partindo do princípio de aceitar que pouco sabemos é que estamos no caminho de aprender o que realmente é sábio. E válido!
E é tão bom saber que mais gente pensa assim...
Vou tentar ler mais do seu blog. Por hora, fica aqui meus parabéns pela qualidade das poucas coisas que já li.
Um beijo ( de luz, claro! rs)
Kely

Aline Ahmad disse...

Oi, Kelly!
Gosto muito de cinema mas não conheço George Arliss, vou pesquisar sobre ele.
Fiquei muito feliz pela sua sensibilidade em me escrever.
Espero que volte mais vezes!
Beijos de luz,
Aline***

Cacarina disse...

Querida Aline!

Embora seja como sou (você conhece um bocadinho pelo blog), embora seja psicóloga desde dentro do meu ser, é nesse olhar mais oriental que me encontro integrada. Nesse despojar para tendo menos, ser mais. Tenho encontrado profunda serenidade na humildade. É uma pena que tantos sequer tenham noção de que existe uma outra forma de ser, menos angustiado, menos formatado...
É um 'caminho de santiago' feito aqui mesmo nào é?
Um abraço de gostoso final de semana para você!
Claudia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...