Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

26 de fev de 2009

Desafios do "eu"

Fui para Ubatuba neste carnaval.
Tive que me deparar novamente com o desafio do surf, com a descoberta e redefinições das minhas limitações...
Desde o começo, no ano passado, o surf tem me colocado de cara com algumas de minhas fraquezas, com a capacidade de lidar com minhas frustações...
A minha referência, o meu registro emocional, é o choro. Desistir parace ser o caminho mais fácil, mais conhecido. Só que eu não me identifico mais com ele. Por muito tempo achei que ser "infantil" era belo. Eu me admirava sendo assim, e atribuia a característica a minha própria essência. Hoje eu me admiro enquanto busco ser fruto de uma evolução, de não acomodar-me, de não me entregar.

Quero ter os olhos erguidos e límpidos diante das dificuldades, quero ter a coragem hasteada como uma bandeira, quero ter um horizonte claro a percorrer ainda que por trechos a escuridão repouse sobre mim... Quero ter a paciência e a garra, a ternura e a força. Certa de que tudo que tiver não sou eu, são apenas acessórios, apenas ferramentas para forjar o destino que pretendo alcançar, tampouco o destino sou eu. Talvez no final possa me virar para enxergar o caminho, pode ser que o caminho seja eu...

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Aline!!!
Super obrigada viu!
Bem, não me leve a mal, mas adoro seus escritos, muito mais que as palavras do Bial... kkkkk
Muito bonito o que escreveu hoje! Torço para que desbrave seus caminhos com essa luz linda que vem aí de dentro!
Abração,
Cláudia

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o comentário anterior,seus comentários e citações são bem mais verdadeiras e autênticas,apesar de concordar com os toques espirituosos do Bial,
Parabéns pelo blogger.
Acompango sempre que posso.
Obrigado pela inspiração.
Um grande Abraço.
Dinelzirio Junior (Jayesh)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...