Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

21 de set de 2009

O beijo

Tenho um beijo guardado
Ele é ridículo e doce
Ridículo porque se dá sem existir ainda
E doce porque se doa completamente e com vontade

Está guardado, por isso existe apenas reprimido no peito
Está sufocado e quase sofre de saudade
Mas o beijo, que acontece na boca, sorri
Porque ele ainda não existe
Mas quem ele quer beijar sim.

3 comentários:

railer disse...

uau, belas palavras e cheias de esperança. já dá pra sentir que ele vai existir em breve.

Bernardo Miranda disse...

beijos...
as vezes me parecem dizer mais do que qualquer outra coisa...
os guarde muito bem guardados...
e tenha a coragem de entregá-los a quem os merecer...
não reprima tanta beleza...
beleza reprimida é beleza que não existe e, pode acreditar aline...
a sua exala nesse teu espaço...
acredite em vc e acredite nesse teu beijo... se você quiser mesmo, ele, certamente, irá acontecer!
Linda passagem!
parabéns!
bj,
Bernardo.

meus instantes e momentos disse...

bonito, belo post.
Tenha um ótimo dia.
Maurizio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...