Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

7 de jul de 2009

Borboleta

Mexendo em arquivos antigos encontrei:

Queria ser uma borboleta:
Passado de lagarta, mas futuro de astronauta da flora,
Com asas coloridas que refletiriam a luz do Sol.
Queria pousar meus beijos ao vento enquanto uma suave brisa acariciasse meu rosto.
Queria ser amante das manhãs e esposa das noites.
Queria coreografar a sensação do vôo e o cansaço da fuga.
Queria ter a arte como fantasia e uma pintura como roupa.
Queria sentir o perfume que passeia pelas flores e o feitiço que delas emana.
Queria contar histórias da natureza enquanto o dia adormece.
Queria chegar próximo do céu nublado e de cima observar a cidade.
Queria procurar, com meu negro olhar, o exato lugar onde você está. Queria tecer com meu vôo sonhos que uma lagarta não pode realizar.
Queria espalhar por um jardim uma cantiga.
Queria ter a esperança como dom e a felicidade como amiga.
Queria ser assim, exatamente como uma borboleta.

Aline***
_____________________
texto de 09/04/2005 - 15:43


Aqui o original

Um comentário:

Lances da Vida disse...

Adoro seus poemas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...