Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

1 de out de 2009

Coisa Certa

E porque vemos logo novas descobertas
E parecem que nos levam a escolher as coisas certas
É que sinto ter neste instante encontrado
Tudo aquilo que havia procurado

São sempre a essas conclusões que chegam os enamorados
Sem discussões, sem textos, de olhos cerrados
Enquanto trocam beijos e dizem segredos desavisados
Em festejos de amor quando adormecem acordados.

Trago a ti este buque feito de palavras e de poesia
Com rosas colhidas em prados de letras e de harmonia
E nelas tento combinar rimas que seduzam os olhos que tanto desejo
Para olhar na direção que olham e enxergar o que sozinha não vejo

Escondi-me tanto que jamais soubeste meu sentimento
Busquei-te antes e de minha busca compus meu drama
Vi todas palavras serem jogadas ao vento
Então chorei-te, como quem chora p'ra encontrar quem ama

No presente tudo mudou
És um tesouro sem papel que vem dourado como chama.
No presente me ganhaste
E eu a ti tornei-me sagrada e profana,
É a tua voz que ouço
E é meu nome que chama.
É teu abraço que enlaça
E teu saber que me ensina
É tua música que me toca
E minha inspiração que te fascina
E sou feliz agora
Pelo amor que me destinas

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...