Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

14 de out de 2009

A minha fama de leitora voraz

Não me julgue por um raso olhar.
Faz pouco tempo descobri que não gosto tanto assim de ler. O que me encanta é o saber. A leitura para mim é difícil. Demoro. Tenho dificuldade de me concentrar, de terminar, leio muito devagar e poucos livros conseguem prender a minha atenção. Foi só refletindo sobre isso que descobri.
Mas sempre amei os livros, livros sempre me inspiraram desejo. Tenho interesse, quero olhar, quero ler (nem sempre consigo!). Minha fantasia é, diante de uma prateleria de livraria - de poesia ou filosofia, de preferência - absorver tudo que está escrito com o toque dos dedos acariciando as brochuras. Seria maravilhoso! Por gostar tanto assim e de tantos assuntos já fui muito consumidora de livros. Não resistia, comprava vários e acumulava um em cima do outro, na fila para serem lidos. Até que me toquei que não dava conta. Desenvolvi outra técnica aproveitando os benefícios da tecnologia telefônica dos celulares com câmera. Agora fotografo os títulos que gosto e resisto firmemente o impulso da aquisição de mais uma obra. Antes eu achava que tinha que comprar, que depois jamais lembraria o autor, o título, e que ia perder uma jóia rara, informações valiosas para minha alma ou para o meu prazer. Continuo achando, mas ao invés de acumular os títulos em casa eu os deixo na livraria esperando um momento oportuno...
Mesmo assim tenho fama de leitora voraz. Confesso que contribuí com a fama, não foi maldade, é que meus amigos sempre me veem com livros em punho andando para cima e para baixo(às vezes mais de um, "quem sabe paro em uma sala de espera e, vai que precise diversificar"), se não os leio me fazem companhia, oras.
Adoro receber livros de presente, prefiro os de poesias, ou crônicas, infelizmente não aguento ler páginas e páginas sobre o mesmo assunto. É uma pena, eu sei. Tenho me esforçado. Quanta emoção deixarei de passar sem enfrentar as centenas de folhas de Garcia Marquez, Machado de Assis, Guimarães Rosa. Entretanto há algo que invejo mais do que a quem consegue ler tantas páginas: quem as escreveu. Ô, inveja! Gosto mesmo é de escrever.

Um comentário:

railer disse...

ei aline, desculpa a ausência, mas é que ando treinando bastante para uma corrida importante no final do mês.

quanto aos livros, tou igual a você... tenho cinco na pilha hoje em dia, doido pra ler, carregando o atual pra todo lado, metrô, praia e lendo sempre que sobra um tempinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...