Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

3 de out de 2009

Torre de Babel

Às vezes a gente tem que ficar quieta, se calar, se recolher,
Porque nem sempre o que a pessoa vai ouvir é o que a gente quer dizer.

Às vezes tenho um ímpeto de comunicar um amor, uma dor, um afeto, um ódio,
Mas o fato é que o que vão receber será transmutado por uma interpretação
poucas vezes fiel ao que eu queria dizer.

Não adianta a intenção ser boa
A ternura ser grande
Pode ser até que a confusão more aí.

Homens e mulheres tem jeitos diferentes de expressar sentimentos.
As pessoas em geral são diferentes.
Cada um lê a expressão do outro de acordo com a sua própria linguagem.
Seria o mesmo que ouvir o inglês e tentar entender o som sem traduzir para o português. Como a palavra "can" que é o verbo "poder" em inglês e que tem som de "quem". No campo das emoções tem gente que ouve "can" e entende "quem". Algumas vezes os significados podem ser opostos, no mínimo são sempre muito diferentes. É a linguagem de cada um. A gente sempre pensa que o outro fala a mesma língua. Mas cada um fala a sua, sobretudo na esfera dos sentimentos.

As palavras até podem ser objetivas, mas as interpretações são subjetivas. As atitudes, gestos, expressões faciais e entonações de voz não estão no dicionário. Cada um entende o que quer, com o próprio vocabulário acumulado na vida...

Um comentário:

Anônimo disse...

Adorei cada palavra...

Atitudes, gestos, expressoes e entonações nao estão no dicionário.

Bjus, com carinho,
Tia KA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...