Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

20 de out de 2009

Sonetos de quem compõem versos

Escritos hoje, 20/10/2009, às 8:50
Faço versos como quem canta
E sinto que o universo destes carece
Faço versos porque me encanta
E porque é ainda mais mágico do que parece

Faço versos sobre as tardes
silenciosos e sem alarde
Faço versos sobre a noite, e sobre amanhã
E meus versos soam como avelã

Faço versos na chuva, sob trovoadas
Versos de uva, de limonada
Faço versos e nunca me canso

Ora são belos, ora são feios
Mas não me desencorajo de parti-los ao meio
E porque não recuo que sempre avanço

_________________________

Faço versos como quem canta
E sinto que o universo me escuta
Faço versos como quem brinca
Poesia não é labuta

Faço versos com sentimento
Versos para quem ouve e para quem fala
Ainda mais leves que o vento
Há verso que grita, há verso que cala

Faço rimas como quem joga
Medito rimas
Não pratico yoga

Faço rimas de fino trato
Para escrever bonito
É preciso tato

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...