Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

24 de mar de 2008

Belo nome

Ontem foi o último dia de praia nesse feriado.
Como disse, ficar sozinha no raso pegando as ondas menores é legal, só que até um certo horário. Depois alguns banhistas entram na água e de um lado me deixam intimidada e menos à vontade com os tombos que levo, por outro me deixam insegura pelo risco de feri-los pelo meu precário manuseio da prancha.

Um menininho loiro não saia da minha frente. Eu sabia que assim que me posicionasse em uma onda poderia ir bem de encontro a ele e talvez machucá-lo. Só esta possibilidade já era suficiente para me deixar apreensiva. Até que, enquanto observava minha dificuldade, ele perguntou: "Quer que eu te empurre em uma onda?"
Fiquei sem graça na hora... Eu estava reclamando internamente o incômodo que ele me causava e em troca ele se oferecia para me ajudar...

Recusei. Minha dificuldade não estava nas ondas, mesmo no raso elas estavam bem fortes, tanto que poupavam a remada e me obrigavam a segurar firme na prancha para não ser lançada para fora dela. Só que rapidamente eu chegava na areia, sem tempo para minhas tentativas de ficar em pé.

O menininho continuou insistindo em me ajudar, disse que também surfava e passou a me dar instruções. Avisava antes quando uma onda era boa e me falava pra remar quando chegava perto. Trocamos a maior idéia. Um fofo! Alef o nome. Achei um lindo nome! Assim como a alma dele.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...