Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

28 de ago de 2008

Ciúme de você

Nunca me achei uma pessoa ciumenta.
Meu lema podia ser a liberdade, é assim que meu racional funciona. Não consigo pensar diferente.
Tudo isso até conhecê-lo.
Era fácil não ser ciumenta com um primeiro namorado obssessivo. Ele sentia tanto ciúmes que não sobrava espaço para mim.
Com ele, agora, é tudo diferente.
Ele não me amava, se soubesse não teria me envolvido. Foi um engano. Embarquei sozinha e quando vi já tinha levantado o vôo do sentimento. Sem previsão de pouso.
Um dia vi ao longe tocarem em seu cabelo, meu coração disparou, minha pele esquentou. Nunca tinha sentido aquilo. Era ciúmes!? Que horror, pensei. Descobri que eu sentia ciúmes. Mesmo não tendo significado aquela atitude mexia comigo. Não conseguia controlar minhas emoções...

Controladora
Ciúme é insegurança. É claro que vivo um relacionamento de menor segurança, com mais espaço para o ciúme. Administro bem, não é nada que me faça mal, mas é suficiente para me envergonhar... Não tem razão de ser, de existir, e mesmo assim o ciúme é e existe.

Como prego a liberdade costumo dizer: "Por que você não vai encontrar um amigo hoje?"
Um diáologo que me dava a ilusão de que sou bacana, que o deixo solto para fazer com os amigos o que bem quiser. Só que hoje ele me disse: "Você é controladora!" Não é uma frase doce de ouvir, não para uma aquariana que deseja viver um amor livre e espontâneo. E ele continuou: "Até os meus momentos com amigos você quer controlar, quer que eu saia quando você delimitou..." Então percebi, era isso. A minha sugestão de que saísse sozinho estava vinculada ao meu prazer por ser a pessoa que propôs o que ele faria. Desse jeito deve ser sem graça para ele, o gostoso é a liberdade de escolher, e por esse prisma é uma forma inteligente de evitar que ele saia efetivamente.

O problema é que me decobri ciumenta e controladora. Não queria ser, mas tenho sido... Claro que meu ciúme é raso e a liberdade dele é vasta. Claro que nosso incômodo é pequeno. Mas foi uma surpresa assumir esse meu lado.

Todo dia é dia de se conhecer melhor.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...