Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

13 de ago de 2008

O desgaste das palavras

Às vezes lemos algo e não sabemos a utilidade. É comum que aconteça isso diante do que é belo. A beleza não é mesmo muito útil, por mais que seja admirada.

A arte, seja a poesia, a música, a literatura, fazem parte da caixa de brinquedos, como diz Rubem Alves. Essa semana quando li a crônica de Walcyr Carrasco na Veja São Paulo, não tinha idéia de que me seria útil em uma conversa. O Dr. Moacir recebeu um recado pedindo para que retornasse uma ligação URGENTE. Comentei que as palavras estão perdendo o sentido. URGENTE está perdendo a urgência. Assim como a palavra "amigo" não se usa mais somente para quem é "amigo", fica sendo abrangente aos conhecidos e colegas.

2 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Não querendo insistir, mas já insistindo, Aline, vá ao meu Blog ver o seu poema que escolhi. Pus uma imagem e tudo.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um beijo,
Renata
PS: Sei que a sua vida profissional é atribulada, mas pense também na realização emocional.

Daniel disse...

As palavras realmente estão ficando chulas, comuns e abstratas. Em geral, as pessoas vem cada dia mais deixando de conversar, tendo conversas inúteis e banalizando tudo. Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...