Se esta é a sua primeira vez neste blog leia na coluna da direita as instruções!

8 de ago de 2008

Poetas da periferia

Há alguns anos fui assistir uma palestra no Itaú Cultural. Só fui porque um professor querido ia participar do evento e me recordo pouco sobre o que foi falado. Lembro-me bem que Ferréz participou. Ele é um poeta da periferia. Naquela manhã comprei o livro dele. Não tenho idéia de onde foi parar.

Ano passado comprei um livro de poesia na Livraria da Vila. Chamou-me a atenção pela originalidade, tratava-se de um outro poeta da periferia: Sérgio Vaz. Esses dias peguei o livro, cujo o nome é O Colecionador de Pedras, para reler. Li o prefácio incrível de Ferréz.

Esses dias procurei por um blog e ele tem um!

Aliás não só ele, mas Sérgio Vaz também faz parte da blogosfera. Vale muito a pena conhecer esses dois poetas admiráveis!

Só para terem um gostinho vou publicar um texto de Sérgio Vaz:

NOVOS DIAS
“Este ano vai ser pior...
Pior para quem estiver no nosso caminho”.
Então que venham os dias.Um sorriso no rosto e os punhos cerrados que a luta não pára.Um brilho nos olhos que é para rastrear os inimigos (mesmo com medo, enfrente-os!).
É necessário o coração em chamas para manter os sonhos aquecidos. Acenda fogueiras.
Não aceite nada de graça, nada. Até o beijo só é bom quando conquistado.
Escreva poemas, mas se te insultarem, recite palavrões.
Cuidado, o acaso é traiçoeiro e o tempo é cruel, tome as rédeas do teu próprio destino.
Outra coisa, pior que a arrogância é a falsa humildade.
As pessoas boazinhas também são perigosas, sugam energia e não dão nada em troca.
Fique esperto, amar o próximo não é abandonar a si mesmo.
Para alcançar utopias é preciso enfrentar a realidade.
Quer saber quem são os outros? Pergunte quem é você.Se não ama a tua causa, não alimente o ódio.
Por favor, gentileza gera gentileza. Obrigado!
Os Erros são teus, assuma-os. Os Acertos Também são teus, divida-os.
Ser forte não é apanhar todo dia, nem bater de vez em quando, é perdoar e pedir perdão, sempre.
Tenho más notícias: quando o bicho pegar, você vai estar sozinho. Não cultive multidões.
Qual a tua verdade ? Qual a tua mentira? Teu travesseiro vai te dizer. Prepare-se!
Se quiser realmente saber se está bonito ou bonita, pergunte aos teus inimigos, nesta hora eles serão honestos.
Quando estiver fazendo planos, não esqueça de avisar aos teus pés, são eles que caminham.Se vai pular sete ondinhas, recomendo que mergulhe de cabeça.
Muito amor, mas raiva é fundamental.
Quando não tiver palavras belas, improvise. Diga a verdade.
As Manhãs de sol são lindas, mas é preciso trabalhar também nos dias de chuva.
Abra os braços. Segure na mão de quem está na frente e puxe a mão de quem estiver atrás.
Não confunda briga com luta. Briga tem hora para acabar, a luta é para uma vida inteira.
O Ano novo tem cara de gente boa, mas não acredite nele. Acredite em você.
Feliz todo dia!
Coração em chamas,
Sérgio Vaz
Colecionador de pedras"

2 comentários:

Daniel disse...

Então o nome do felizardo é Eduardo. Quanto aos poetas, irei aos blogs deles. Um bju e bom final de semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Anônimo disse...

Aline,

obrigado pela gentileza com o meu trabalho.

À distância, mas tô ligado.

Ab.

Sérgio Vaz
Vira-lata da literatura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...